Em meados do Século XVII, no final do reino da rainha Elizabeth I, chega na Inglaterra a crenças sobre as Fadas.

Diversos contos literáricos britânicos descrevem as fadas como seres místicos e espirituais, e sua característica visual principal são os cabelos ruivos.

Segundo Gilberto Schoereder (”Fadas, duendes e gnomos”), o nome fada "vem do latim fatum, que significa fado, destino. Dessa forma, acredita-se que elas intervêm de forma mágica no destino das pessoas."

Como as fadas, a Lady in Red intervêm de forma mágica na vida das pessoas, oferecendo mais do que produtos de beleza, ela revitaliza a autoestima e desperta lados da mulher que por diversas vezes estava adormecido.

Conheça também

Back to Top